«Hoje adoro-me todos os dias!» – Maus-tratos e Depressão

“Há 3 anos atrás…
Nenhuma publicação fazia sentido, muitas coisas também não faziam sentido!
Passava muitos dias a pensar nos porquês da minha vida e história.
Não tomava uma decisão por mim…
Não gostava de mim assumo sem vergonha, era uma tontinha que se calava a tudo e a todos por medo porque me faziam sentir culpada de coisas absurdas… Hoje sei disso, e até rio com isso.”

Elisabete Santos

Há 3 anos atrás…
Nenhuma publicação fazia sentido, muitas coisas também não faziam sentido!
Passava muitos dias a pensar nos porquês da minha vida e história.
Não tomava uma decisão por mim…
Não gostava de mim assumo sem vergonha, era uma tontinha que se calava a tudo e a todos por medo porque me faziam sentir culpada de coisas absurdas… Hoje sei disso, e até rio com isso.
Hoje o meu nome continua o mesmo, mas o meu EU não!
Hoje vejo as coisas, o mundo de outra forma.
Hoje tenho Amor próprio!
Hoje Adoro me todos os dias!
Hoje sou determinada!
Aprendi a valorizar me… A Amar me completamente! A valorizar cada pormenor da dávida da vida!
A valorizar tantas tantas coisas que em outros anos não me era possível e nada me dizia nada!
A valorizar o que vale o não e o sim!
3 anos passaram e a menina de tantos anos atrás ficou bem arrumada e bem guardada 🙂
Hoje para mim tudo tem um enorme valor, um tesouro sem preço!
E que bem que me sabe! Que bom que é ter esta apaixonante apreciação pela vida, por todos os dias, por todos os momentos!
Aprendi a relativizar e que bom que é saber fazê lo!
Hoje sorrio de orelha a orelha, adoro me completamente, sinto me livre, leve, em PAZ, liberta e sou livre porque primeiro eu eu e eu! Hoje sou feliz todos os dias é o sentimento que me acompanha todos os dias, a Felicidade e a Gratidão!
Graças a uma GRANDE senhora isto foi possível 🙂🙂🙂
Que extraordinário trabalho e mudança esta Senhora me fez!
À Dra Rosa Basto deixo aqui o meu agradecimento de ❤️ por me ter ajudado a mudar a minha vida e a tornar me a ser a pessoa que sou hoje!
Um muito Obrigada minha querida Doutora!
E ao meu marido que foi incansável, deu me todo o apoio do mundo e esteve sempre presente em todos os momentos!
🙏🙏🙏💎💎💎

O caso de Elisabete Santos:

Elisabete Santos teve uma infância traumática por causa dos maus-tratos da mãe, que nunca lhe demonstrou amor. A avó paterna, que já faleceu, foi para Elisabete a mãe que nunca teve. Desde a morte da avó que Elisabete entrou em depressão.

Continuar a ler aqui

Sobre o autor

Dra. Rosa Basto

Licenciada em Psicologia
Hipnoterapeuta
Criadora do método Terapia Diamante®
Presença quinzenalmente na TVI com a rubrica de Hipnose Clínica no programa “A Tarde É Sua”
Palestrante e Formadora nacional/internacional de Hipnose Clínica e PNL e Terapia Diamante®
Rubrica: Hipnoterapeuta dos Portugueses na Revista Zen Energy


Comentários