E se a fome que sente, for apenas uma necessidade emocional?

A obesidade é uma realidade presente nos dias de hoje, e de difícil controlo, associada a grandes investimentos terapêuticos, e sem um sucesso real satisfatório. Nesta síndrome multifatorial, observa-se uma forte interferência psicológica de acção subconsciente, que justifica fenómenos comportamentais como a diminuição de motivação, e persistência na adesão a programas de perda de peso, bem[…]

Ler mais…

«Agora sinto-me muito mais feliz!» – Ansiedade e Ataques de Pânico

"Tinha medo de estar sozinha. Se ia ao centro comercial, as compras não se prolongavam. Não conseguia estar em espaços fechados. Tinha tonturas, ficava mal-disposta, sentia-me mal! Passei a não querer sair, nem com os meus melhores amigos. Inventava várias desculpas e acabava sempre por preferir ficar em casa. Não conseguia respirar bem. Achava que ia[…]

Ler mais…

«Hoje adoro-me todos os dias!» – Maus-tratos e Depressão

"Há 3 anos atrás... Nenhuma publicação fazia sentido, muitas coisas também não faziam sentido! Passava muitos dias a pensar nos porquês da minha vida e história. Não tomava uma decisão por mim... Não gostava de mim assumo sem vergonha, era uma tontinha que se calava a tudo e a todos por medo porque me faziam sentir[…]

Ler mais…

Hipnose não é magia: é neurofisiologia

Ao longo dos anos de prática, enquanto hipnoterapeuta, observo a busca incessante, que o paciente tem por rápidos resultados. E este é, de certo, um objetivo comum do seu terapeuta, afinal, nessa qualidade terapêutica, esse fator faz parte da qualidade oferecida. Iremos neste pequeno artigo, expor o que significa o estado ideal de transe hipnótico e[…]

Ler mais…

Fitness Mental: 1001 maneiras de fazer bacalhau

Este podia perfeitamente ser um texto sobre culinária, já que com um único produto (que por sinal nem é seu, é importado) o português arranjou forma de o salgar e preparar de mil e uma maneiras diferentes e únicas! Isto para mim quer dizer uma coisa: o português tem uma extraordinária capacidade de se reinventar. Lembro-me na faculdade[…]

Ler mais…

«Sinto uma diferença enorme» – Anatomia de uma mente feliz

"Olho para o mundo como um conjunto de experiências, na qual eu devo experimentar todas, as possíveis e imagináveis (desde pescar, a estar com animais que me davam “medo”, a experimentar alimentos que sempre recusei). O resultado é maravilhoso: descubro coisas novas que gosto e fico orgulhosa por ultrapassar as barreiras que tinha, aumentando a minha[…]

Ler mais…

O seu filho refugia-se em si mesmo evitando o diálogo e isolando-se?

Ao longo da minha prática profissional tenho-me deparado com situações para com as quais as crianças e adolescentes não têm conseguido lidar dentro do contexto escolar. Por conseguinte, a escola apresenta-se à criança como uma fonte inesgotável de benefícios psicoafectivos, fundamentais no seu desenvolvimento, permitindo-lhes cultivar o saber, o respeito pelo outro, a cedência do seu[…]

Ler mais…

Vivemos a vida presos ao passado e na ânsia do futuro

Todos nós em algum momento da nossa vida já sentimos uma sensação de profundo vazio, de não se estar completo, da ausência de algo para sermos felizes. Esta sensação vem por vezes, acompanhada por pensamentos de não se ser bom o suficiente, de não se ter bens materiais suficientes e de faltar sempre alguma coisa, alguém[…]

Ler mais…

Regresso às aulas: os pais que são professores nas horas vagas

A ida dos nossos filhos para a escola pressupõe alterações nas rotinas diárias de uma família quando comparadas com os meses de férias. As mesmas quando não são organizadas convenientemente implicam sempre algum desgaste físico-emocional, caminhando todas as atividades implícitas a uma família para a não resolução correta de todas as situações e, com estes acontecimentos[…]

Ler mais…