Caos interior: o efeito silencioso do stresse

O conceito de stresse teve origem na física, no século XVII e significava dificuldade, exigência, adversidade, aflição. Após uma longa viagem, este conceito chegou à psicologia e está relacionado com a perceção de ameaça por parte do indivíduo. Nesta ciência, stresse é o processo de resposta do indivíduo aos acontecimentos quotidianos suscetíveis do ameaçar ou pôr[…]

Ler mais…

Abuso sexual infantil: como reparar o irreparável

O abuso sexual infantil tornou-se um problema emergente da sociedade contemporânea e temos assistido a uma explosão discursiva sobre o tema. A aversão a este tipo de crime gera unanimidade quase absoluta. Crianças, assim como adolescentes, serão sempre seres humanos com direitos especiais e qualquer crime contra eles se transforma rapidamente num modelo de atrocidade. O[…]

Ler mais…

O corpo doente: uma linguagem para as nossas emoções

Hipócrates, estudioso grego considerado o pai da medicina, já no século IV a.C., afirmou existir uma relação entre corpo, mente e ambiente criando uma teoria com base nas proporções de quatro humores corporais a que chamou sangue, fleugma, bílis amarela e bílis negra. Os estados de equilíbrio destes humores corporais ditariam um estado de saúde ou[…]

Ler mais…

Vulnerabilidade é ter coragem de assumir quem somos de verdade

Quantos de nós guardamos sentimentos e pensamentos que não partilhamos por receio do julgamento dos outros (pela vergonha, pela preocupação de não incomodar)? Ou quantos de nós num ato de desabafo até ganhamos essa coragem e no final da (nossa) história ouvirmos: “Isso passa!” ou “Vai ficar tudo bem!” “Foste sempre tão forte, não percebo porque[…]

Ler mais…

Autocompaixão: como olhar para as nossas sombras com amor

A compaixão refere-se ao desejo de aliviar o sofrimento dos outros, agindo com bondade e necessidade de exercer cuidados que proporcionem alívio. Envolve ação, empatia e a adoção de cuidados numa atitude de não julgamento. A autocompaixão é tudo isso, mas dirigido a si mesmo/a remetendo, assim, para uma atitude focada no autocuidado. Kristin Neff, psicóloga[…]

Ler mais…

Um antídoto natural para uma vida mais feliz

A palavra gratidão deriva do latim gratiam que significa graça e graciosidade, cujo significado encontra-se ligado a: fazer algo com bondade, generosidade, dádiva, e também ao ato de dar e receber ou conquistar algo. O conceito de gratidão foi sendo cultivado ao longo do tempo, em várias culturas e tradições no mundo, especialmente na religião e[…]

Ler mais…

Que pai ou mãe escolhe ser? Uma breve reflexão

A entrada no mundo da parentalidade faz surgir muitas dúvidas sobre qual é a melhor forma de educar os filhos. Entre azáfama do quotidiano e o piloto automático habitual sobram escassas horas do dia para passar tempo de qualidade com os filhos e educá-los torna-se uma tarefa ainda mais desafiadora. Quantas vezes dá por si a[…]

Ler mais…

O seu filho refugia-se em si mesmo evitando o diálogo e isolando-se?

Ao longo da minha prática profissional tenho-me deparado com situações para com as quais as crianças e adolescentes não têm conseguido lidar dentro do contexto escolar. Por conseguinte, a escola apresenta-se à criança como uma fonte inesgotável de benefícios psicoafectivos, fundamentais no seu desenvolvimento, permitindo-lhes cultivar o saber, o respeito pelo outro, a cedência do seu papel[…]

Ler mais…